Arquivo | outubro, 2012

Divagações preliminares

7 out

A semana foi boa e um milhão de ideais ficaram na cabeça. Surgiram, como água, e foram sendo anotadas, para não tenderem o esquecimento, dada minha falta de tempo em colocá-las no papel. O fim de semana vem e eu sei que, seja agora ou seja depois, nada disso ficará perdido. Acontece, em partes. Por que afinal uma das grandes capacidades inerentes de um cronista é perceber no dia-dia dos pequenos detalhes as inúmeras possibilidades do que se pode dizer, e de como dizer; que história se quer contar ao mundo, afinal. O tempo é conturbado e entretanto, não tenho de que reclamar. Eu sabia bem que estes dois meses que viriam seriam os mais difíceis de toda esta fase e escolhi voltar, em meio a estes, mesmo assim. Pois de nada adianta ficar parado quando se quer muito alguma coisa e de nada adiantaria selar um acordo num período de paz. Acordos foram feitos com foco em guerras, seja para terminar ou uma, seja para incitá-la.

O tempo é de guerra, eu sei. Mas as peças foram postas ao tabuleiro e muito em breve este jogador que vos fala estará muito mais fortalecido. E é aí que a brincadeira começa. Até lá, vamos fazendo o que pudermos…

É um belo dia de Sol lá fora.

Passo à Passo de minha volta (em um rolê de sábado)

7 out

Você chegou em casa. Ouça sua mãe reclamando. Avance duas casas e vá direto para a cozinha.

Na cozinha (que é onde o panorama do rolê acontece), você poderá conversar suavemente, relembrando que o silêncio é um requisito, visto que sua avó dorme. Dentre o cardápio disponível: opções variadas que vão de pastéis gelados de sexta a pizzas frias de sábado, passando por sushis, sashimis e os tradicionais pães de queijo amanhecidos.

Desça com seus amigos para o porão. Afinal, sempre há algum nômade que você, por pura insanidade, topou que dormisse em sua casa.

Você está sozinho e com muito sono, acabado no pós-rolê. Dormir? Para os fracos! Hora de ligar o PC.

Verifique suas atualizações do Facebook. Note como todas elas são inúteis. Postagens bêbadas do tipo “Ow rolesx hjj foi foddaj” ou “putauqueriu, cmo eu to bewsbado! Haha amanha tem asguwe novantre ; )” são sempre bem-vindas.

Você desliga o computador. Uma boa pedida é ir ao banheiro. Pegue todas as tralhas que estão em cima da sua cama e jogue-as ao chão (afinal, você precisa dormir).

Atire suas roupas ao chão. Sua mãe ficará puta ao saber que terá de lavá-las. Mas mães existem para isso (você pensa).

Na cama, pense que felizmente amanhã é domingo e você poderá ficar à toa o dia todo. Se possível, mande uma sms para alguém da qual você tem grande chances de se arrepender depois.

Durma com um sorriso no rosto lembrando de algum fato da sua noite, ou de todos eles. Amanhã, nada disso fará sentido e o importante é curtir a brisa.

A noite acabou, mas a vida não. E tudo o que foi feito ficará com você para sempre. Todo rolê é único, afinal, e o que importa é que tenha valido a pena. Pois as lembranças, as sensações, ficam.

O sono vem e você dorme.
Amanhã, um novo dia.

Trocas

1 out

E quando olhei para o lado, ela já não estava mais.

#simples #trocas #olhares #pupilo #repercussão #milhas de distância #mais de um motivo #tornar-se #O que será que será?

%d blogueiros gostam disto: